Pesquisa de Clima Organizacional

Uma empresa que busca a perenidade e seu crescimento sustentável precisa despender tempo e atenção não somente para a gestão financeira, para a gestão de marketing e outras tantas áreas que envolvem a consecução de um negócio, mas precisa também com o mesmo grau de importância despender tempo e atenção com um dos maiores e mais importantes “ativos” de uma organização, ou seja, seus colaboradores.

Clima Organizacional

Clima Organizacional é o nome dado a um conjunto extenso de atitudes e valores existentes em uma organização, que afetam a maneira como as pessoas se relacionam umas com as outras e com a própria organização.

O clima organizacional tem se tornado ao longo dos anos um conceito de suma importância no tocante aos estudos sobre comportamento e desempenho organizacional, inclusive sendo considerado, atualmente, como mecanismo de gerenciamento em busca de um melhor desempenho, pois a eficiência da organização poderá ser melhorada pela criação de um Clima Organizacional que satisfaça as aspirações de seus membros e, ao mesmo tempo, oriente esse comportamento motivado em direção às demandas do mundo globalizado, criando, assim, um ambiente adequado que possibilite que o funcionário atinja os melhores níveis de desempenho.

Vale destacar, também, com relação ao tema proposto outro fator relevante que é a rotatividade de pessoal, a qual está intimamente relacionada ao clima organizacional e a satisfação interna dos colaboradores das empresas.

Portanto, o grande desafio da atualidade e do futuro para as corporações que pensam na perpetuação de seus negócios é o equilíbrio e a melhora dos índices de satisfação interna de seus colaboradores, desafio esse, que é possível de ser mensurado e avaliado com o auxílio de pesquisas de clima organizacional.

Pesquisa de Clima Organizacional

A Pesquisa de Clima Organizacional é uma ferramenta para coleta destes dados, fornecendo informações importantes sobre a percepção dos colaboradores em relação aos diversos fatores que afetam os níveis de motivação e desempenho dos mesmos. Além da identificação destes problemas, a pesquisa, enquanto meio de comunicação, possibilita ainda a utilização do conhecimento tácito dos colaboradores para a resolução dos problemas com os quais os mesmos lidam diariamente. A pesquisa, portanto, possibilita que a organização avalie seu momento atual e planeje ações, em um processo de melhoria contínua.

A Pesquisa de Clima Organizacional tem como objetivo analisar o ambiente de trabalho e as variáveis que o influenciam, positiva ou negativamente, além da satisfação dos colaboradores da organização em relação a diversos fatores, como ambiente de trabalho, comunicação, liderança, motivação, relacionamento interpessoal e outros, possibilitando a resolução dos problemas identificados.

A identificação de causas que possam interferir negativamente no comportamento dos empregados, em relação ao seu trabalho ou à organização, permite que ações corretivas possam ser adotadas atuando-se sobre elas, com base em dados concretos, coletados através das pesquisas de clima organizacional, que passam a ser uma importante ferramenta gerencial para a gestão dos recursos humanos.

A Pesquisa de Clima Organizacional tem como objetivos Específicos:

  • Avaliar o grau de satisfação dos colaboradores em relação à organização;
  • Criar um canal de comunicação direta entre os colaboradores e a direção da organização, onde possam manifestar suas opiniões com garantia do anonimato;
  • Permitir melhoria do clima organizacional onde for constatado o maior grau de insatisfação no ambiente de trabalho;
  • Identificar, avaliar e monitorar o impacto das intervenções contempladas na Pesquisa de Clima Organizacional no decorrer do tempo;
  • Criar meio, junto aos colaboradores, para o aperfeiçoamento da comunicação.

Modelos de estudo de clima organizacional

Existem diversos modelos de estudo de clima organizacional, aqui vou citar o modelo de Hesketh (1979), que pode ser facilmente aplicada em qualquer empresa. Ele avalia o clima organizacional sob as seguintes dimensões:

  • Organização da empresa;

    A organização do ambiente reflete na produtividade e sentimento de conforto dos indivíduos que trabalham na empresa, na medida que influencia na execução de suas tarefas e coordena esforços e atividades de uma série de pessoas para consecução de algum propósito ou objetivo comum.

  • Performance da chefia;

    O modo como os funcionários se relacionam com seus superiores influencia diretamente no desempenho da divisão, ou até da empresa como um todo. A personalidade do chefe é decisiva na maneira de conduzir a equipe de trabalho. Chefiar exprime a tarefa de fazer funcionar o pessoal ou de tomar deliberações e incorporá-las em ordens e instruções gerais e específicas.

  • Condições/ambiente de trabalho;

    Para garantir motivação elevada e salubridade entre os funcionários, o ambiente de trabalho deve ser propício ao desempenho das atividades. Questões como segurança, ventilação, iluminação, a não exposição a elementos prejudiciais devem ser considerados e refletem no clima da organização. Nesse sentido, a organização deve se concentrar na criação de condições que facilitem um alto nível de rendimento durante longo período de tempo e também permitir a cada funcionário, através da associatividade e do trabalho na organização, o atendimento de suas necessidades básicas.

  • Satisfação geral dos funcionários;

    Levando-se em consideração a relação indivíduo e organização, percebe-se que a satisfação deriva da situação total no trabalho A satisfação significa o grau em que os participantes estão contentes com sua situação de trabalho em relação às várias atividades e funções que exercem e o reconhecimento por parte da organização. Portanto, a questão de satisfação do indivíduo na organização depende de vários fatores muitas vezes não identificados pelos administradores, mas possíveis de serem detectados pela análise do clima organizacional.

  • Benefícios: salário, promoções, saúde, horas de trabalho, treinamento e alimentação.

    A concessão do benefício deve corresponder à necessidade do empregado e só deve ser concedido quando a empresa tem condições de assegurar a continuidade. Existem vários tipos de benefícios, classificados como legais e assistenciais. Os legais são os estabelecidos por lei (vale-transporte, alimentação); os assistenciais são aqueles oferecidos pela empresa ou conquistados pelos empregados, que normalmente têm por objetivo motivar as pessoas para o trabalho.

Conclusão

A pesquisa de clima organizacional visa, em um primeiro momento, proporcionar a análise da organização em relação ao seu ambiente interno, bem como o conjunto de condições que caracterizam o estado de comprometimento e/ou favorabilidade ou não dos colaboradores e as demais pessoas com quem interagem.

Este tipo de pesquisa consiste em uma valiosa ferramenta de gestão, pois além de permitir a análise interna, também pôde identificar o nível de comprometimento dos colaboradores para com a organização, gerando instrumentos para proceder a mudanças por meio de estratégias e ações, tendo como alvo o crescimento e o desenvolvimento das pessoas e a máxima produtividade e qualidade, visando à superação das metas pré-definidas pela direção.

Deve-se lembrar que a cultura corporativa pode ser um impulso decisivo para a competitividade de uma empresa, a condição de que a organização consiga dotar-se de um modelo cultural harmônico com seu projeto empresarial, elemento que deve ser compreendido e modelado pelo líder.

Diante do exposto, pode-se inferir que o clima organizacional se constitui de fato em uma variável interveniente no desempenho do funcionário no trabalho.

Conheça aqui a Planilha de Pesquisa de Clima Organizacional 3.0

Cópia de Pesquisa de Clima Organizacional

Deixe uma resposta